Programa de Fomento ao Cinema Paulista 2014


Programa de Fomento ao Cinema Paulista e Prêmio Estímulo ao Curta-metragem destinam R$ 9,2 milhões para produção e finalização

editais-SP-2014

Estão abertas as inscrições para os editais do Programa de Fomento ao Cinema Paulista e do Prêmio Estímulo ao Curta-metragem, lançados pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. O valor total aportado pelos dois editais é de R$ 9,2 milhões.

Programa de Fomento ao Cinema Paulista 2014

fomeentoPrograma de Fomento ao Cinema Paulista 2014, cujo objetivo é o apoio à produção e finalização de longas-metragens por meio da Lei do Audiovisual, aceita inscrições até o dia 19 de agosto. Ao todo, serão investidos até R$ 8 milhões, sendo R$ 6 milhões em produção e R$ 2 milhões em finalização.

Podem ser inscritos projetos previamente aprovados pela Agência Nacional do Cinema (Ancine), de empresas com sede no estado de São Paulo, comprovadamente, há mais de dois anos. Os projetos devem ser pensados, inicialmente, para exibição em salas de cinema comerciais, e devem ter duração superior a 70 minutos. Cada empresa poderá inscrever, no máximo, dois projetos.

Na linha Produção, aberta a projetos cujas filmagens ainda não tenham sido iniciadas, o aporte é de até R$ 800 mil para cada projeto de ficção ou animação, e até R$ 400 mil para documentários. Já na modalidade Finalização, para produções cujas filmagens já tenham sido concluídas, o valor máximo aportado será de R$ 300 mil.

Prêmio Estímulo ao Curta-metragem

curta-metragemAté o dia 13 de agosto, é possível inscrever projetos na chamada pública do Prêmio Estímulo ao Curta-metragem 2014, que concederá um apoio total de R$ 1,2 milhão, dividido entre 15 curtas-metragens (R$ 80 mil para cada filme).

As inscrições são abertas a produtoras registradas na Ancine, com sede no estado de São Paulo há mais de dois anos, e também a pessoas físicas residentes no estado. Aos projetos selecionados, será necessária a identificação de uma empresa produtora na fase de contratação, que não poderá realizar mais de dois projetos pelo presente edital. Proponentes que tenham dirigido longas-metragens e empresas inadimplentes com a Secretaria da Cultura estarão inabilitados.

A seleção será feita em duas etapas: a primeira será a análise do material encaminhado e, em seguida, a fase de entrevistas presenciais com 30 proponentes selecionados. Ao menos cinco dos 15 projetos contemplados devem ser inscritos por proponentes domiciliados fora da capital paulista.

Fonte:
Agência Nacional do Cinema

Anúncios