Retrospectiva Karim Aïnouz na Cinemateca Brasileira


Karim AïnouzO brasileiro é um dos mais importantes cineastas contemporâneos e realizou filmes como “Madame Satã” e “Praia do futuro”

A Cinemateca Brasileira, em São Paulo, apresenta, até o mês de maio, filmes de um dos mais importantes cineastas contemporâneos, Karim Aïnouz. Com uma filmografia iniciada em 1993, com o curta-metragem “Seams”, sua estreia na direção de longas-metragens foi com “Madame Satã”, um dos filmes mais impactantes dos anos 2000. Interpretado por Lázaro Ramos, o filme traz um protagonista em busca de transformação, a sexualidade como um pulso vital e um trabalho de grande beleza plástica – características que têm permeado seus filmes seguintes.

“O céu de Suely”, seu segundo longa-metragem, estreou no Festival de Veneza, obtendo recepção calorosa. No Brasil, recebeu os prêmios de Melhor filme, diretor e atriz para Hermila Guedes, no Festival do Rio de 2006. Com excelente fotografia de Walter Carvalho, “O céu de Suely” trabalha a paisagem do sertão de maneira original, incorporando-a à psicologia de sua personagem, que vive um eterno desejo de trânsito e reinvenção.

Em parceria com Marcelo Gomes, Karim realiza em seguida “Viajo porque preciso, volto porque te amo”.  Todo filmado a partir de uma câmera subjetiva, o filme reúne imagens documentais colhidas pelos diretores nos anos 1990, articuladas a uma narrativa ficcional contada em primeira pessoa pela voz do protagonista, interpretado por Irandhir Santos. Excelente exercício de montagem, foi premiado em diversos festivais brasileiros e internacionais, entre os quais o Festival do Rio de 2009 (Melhor direção e fotografia).

Inspirado na canção “Olhos nos olhos”, de Chico Buarque, Karim filma “O abismo prateado”, um longa de coração partido, numa bela parceria com Alessandra Negrini. O filme teve sua estreia no Festival de Cinema de Cannes na mostra Quinzena dos Realizadores em 2011.

Além dos longas, a mostra destaca outros trabalhos de Karim, como “Rifa-me”, curta-metragem inspirado num cordel e que deu origem a “O céu de Suely”; “Paixão nacional”, filme que encontra ecos em seu novo longa, “Praia do futuro”; e “Seams”, curta documental onde entrevista suas cinco tias e que marcou sua estreia como diretor.

Também excelente diretor de atores, seus filmes trazem marcantes atuações de seu elenco – como Lázaro Ramos e Marcélia Cartaxo, em “Madame Satã”; Hermila Guedes e João Miguel, em “O céu de Suely”; Irandhir Santos, em “Viajo porque preciso, volto porque te amo”; e Alessandra Negrini, em “O abismo prateado”. A eles, juntam-se Wagner Moura, Clemens Schick e Jesuíta Barbosa, em “Praia do futuro”, novo filme de Karim Aïnouz com estreia marcada para o dia 15 de maio.

Programação

Cinemateca BrasileiraSexta, 18 de abril
18h Seams | Sonneanallee | Rifa-me
20h Madame Satã

Sábado, 19 de abril
19h Hic Habitat Felicitas | Paixão Nacional
21h O Céu De Suely

Domingo, 20 de abril
18h Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo
20h O Abismo Prateado

Quinta, 24 de abril
20h Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo

Sexta, 25 de abril
20h O Abismo Prateado

Sábado, 26 de abril
17h Madame Satã
19h Hic Habitat Felicitas | Paixão Nacional

Domingo, 27 de abril
18h  Seams | Sonnenallee | Rifa-Me
20h O Céu De Suely

Quinta, 01 de maio
20h O Abismo Prateado

Sexta, 02 de maio
20h O Céu De Suely

Sábado, 03 de maio
19h Hic Habitat Felicitas | Paixão Nacional
21h Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo

Domingo, 04 de maio
18h Seams | Sonnenallee | Rifa-Me
20h Madame Satã

Fonte: 
Ministério da Cultura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s