Canais de TV paga poderão ser vendidos de forma avulsa


Tramita na Câmara o Projeto de Lei 6412/09, do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), que obriga as operadoras de TV por assinatura a ofertar canais avulsos aos assinantes, adicionalmente aos pacotes de produtos ou serviços existentes. Segundo o projeto, a comercialização dos canais selecionados pelo usuário deverá ter por base uma política de preços reduzidos.

A operadora que descumprir a medida será punida com base na Lei Geral de Telecomunicações (9.472/97), que prevê sanções como advertência, multa e suspensão temporária do serviço.

Com a medida, Paulo Pimenta espera beneficiar principalmente o consumidor, que terá liberdade de escolha nas TVs por assinatura, e adiantar por meio da TV paga os efeitos da TV digital, que permitirá ao telespectador montar a própria programação.

Falta de vontade

Na opinião do deputado, as operadoras de TV fechada não fazem hoje esse tipo de oferta por falta de vontade, pois estão “agarradas a um modelo de negócios tradicional e ultrapassado de venda combinada de canais”.

“Hoje o consumidor é obrigado a pagar por programações que não lhe interessam, porque não há alternativa de aquisição avulsa de canais”, afirma.

Para Paulo Pimenta, a falta de tecnologia não é desculpa para não se cumprir a medida. Ele avalia, ainda, que a nova regra significará uma alavanca para o crescimento da TV por assinatura no Brasil.

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

PL-6412/2009

Vídeos para o II Circuito Nacional Tela Verde


Está aberto o prazo para envio de filmes/curtas/curtíssimos para compor a II Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente – Circuito Tela Verde, que devem ser enviados ao Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (DEA/SAIC/MMA), até 30 de março.

Circuito Tela VerdeOs filmes devem ser produzidos em processo educomunicativo, ou seja, em conjunto com a comunidade, e abordar a temática socioambiental. Estruturas educadoras como Salas Verdes, Pontos de Cultura, Coletivos Educadores, bem como redes como Rejuma, Com-Vidas, e escolas também podem participar orientando e encaminhando suas produções. Para tanto, serão aceitos vídeos produzidos com os mais diversos recursos: filmadora, câmera de celular com boa resolução, câmera digital.

O Circuito Tela Verde é uma mostra nacional de produções audiovisuais sobre experiências de projetos de educação ambiental, opiniões, visões de mundo e modos de vida dos membros de comunidades locais sobre o meio ambiente, os problemas e as responsabilidades ambientais, para exibição em espaços educadores como Salas Verdes, Pontos de Cultura, Coletivos Educadores, cineclubes, escolas, cooperativas. Utilizando metodologias de educomunicação, os filmes devem servir de subsídio para o debate, trazendo uma importante contribuição para compreender como as comunidades tomam parte nos processos da gestão ambiental pública, bem como estimular suas participações nos processos locais.

Podem encaminhar material para a Mostra: escolas, redes de meio ambiente e educação ambiental, estruturas educadoras, sociedade civil organizada, comunidades e produtoras.

Serão selecionadas as produções educomunicativas, com resolução suficiente para exibição em telão e dentro da temática socioambiental.

Não haverá premiação, tampouco pagamento para os vídeos produzidos ou selecionados. Um Termo de Cessão de Direitos para veiculação em trabalhos de educação ambiental, sem fins lucrativos, deverá ser entregue junto com a produção. O Termo estará disponível no blog do Circuito Tela Verde (http://circuitotelaverde.blogspot.com) e deverá ser corretamente preenchido e encaminhado assinado pelo autor ou responsável, com firma reconhecida.

Àqueles que optarem pelo encaminhamento online, deverá ser feito por meio dos e-mails educambiental@mma.gov.br ou sibea@mma.gov.br, e o Termo de Cessão de Direitos encaminhado para o endereço de correspondência. Caso o Termo não seja encaminhado, o vídeo será desclassificado. Já os que optarem por encaminhar em formato digital (CD, DVD), deverão enviar o Termo junto com a mídia para: Ministério do Meio Ambiente – Esplanada dos Ministérios – Bloco B – Departamento de Educação Ambiental – CEP: 70068-900 – Brasília – DF.

Dúvidas também podem ser tiradas pelos telefones (61) 3317 1288 / 1188.

O Circuito Tela Verde é uma das ações de educomunicação do DEA/MMA, em sintonia com os princípios do Programa Nacional de Educação Ambiental e em comemoração aos 10 anos da Política Nacional de Educação Ambiental (Lei n° 9.795/99).

Cine Mais Cultura implantará 28 cines em cidades históricas


As exibições serão semanais e começam em fevereiro, com entrada gratuita.

cine-mais-culturaO Programa Mais Cultura, em parceria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), implantará Cines Mais Cultura em 28 cidades históricas brasileiras neste ano. A parceria foi assinada em dezembro de 2009.

A meta é ampliar o projeto para novas cidades levando experiência do cinema até lugares onde não existem salas de cinema, como em Pernambuco, Santa Catarina, Fernando de Noronha, Recife, Mato Grosso do Sul, Itaiópolis, dentre outras.

As exibições serão semanais e começam em fevereiro, com entrada gratuita. Ainda estão previstos debates e diversas atividades logo após a exibição dos filmes, a fim de estimular a reflexão com a participação da população local.

As salas serão instaladas em espaços geridos pelo Iphan ou pelas prefeituras, secretarias de cultura locais ou sociedade civil, em parceria com o Iphan. O acompanhamento do projeto será feito pela Secretaria do Audiovisual que forneceu os equipamentos e os filmes da Programadora Brasil com um representativo catálogo do cinema nacional.

Cine Mais Cultura – A ação do Programa Mais Cultura visa democratizar o acesso à cinematografia nacional e apoiar a difusão da produção audiovisual brasileira por meio da exibição não comercial de filmes. A prioridade é atender localidades rurais e urbanas que não possuem salas de cinema, localizadas nos Territórios da Cidadania e nas periferias dos grandes centros urbanos. No Brasil, os cinemas comerciais estão concentrados em somente 8% do território nacional.

Também são realizadas oficinas de capacitação cineclubista com o objetivo de qualificar os participantes para a realização de programação, divulgação e debates das sessões. Outra meta é estimular os responsáveis pelos Cines Mais Cultura ao diálogo com a comunidade local para a participação efetiva nas atividades. O trabalho é desenvolvido com apoio de um manual produzido em parceria com o Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros (CNC).

Confira as primeiras 28 cidades.

(Narla Aguiar, Ascom SAv/MinC)
(Fonte: Ascom Iphan/MinC)

Tv por assinatura em consulta pública


Chance de sugerir mudanças

Quem está insatisfeito com o excesso de publicidade e a programação repetitiva na televisão por

assinatura agora, além de pacotes que não atendem ao interesse, tem a chance de sugerir mudanças. Está

em andamento consulta pública aberta pelo Ministério Público Federal intitulada “televisão por assinatura e

transparência das relações de consumo: quantidade de programação, quantidade de publicidade e o direito

do consumidor à informação”. Serão coletadas informações e opiniões para instruir procedimento do Ministério

Público sobre o assunto.

As contribuições devem ser enviadas pelo e-mail :

consultapublica_mssa@prsp.mpf.gov.br

ou por carta para a
Rua Peixoto Gomide, 768 – São Paulo-SP, CEP 01409-904.

O envelope deve conter o assunto “Consulta Pública

Procedimento 1.34.022.000025/2007-04.publica_mssa@prsp.mpf.gov.br

Escrito por Maria Inês Dolci às 12h00

Congresso Brasileiro de Cinema divulga Carta de Atibaia do Cinema e Audiovisual Brasileiro


Para o Presidente do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, Robemberg Cariri a reunião realizada durante o Festival de Atibaia Internacional alcançou os objetivos propostos

Consolidando-se como um dos mais importantes espaços de reflexão e debate sobre os rumos do audiovisual brasileiro, o 5° Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual promoveu no período de 14 a 16 de janeiro, dentro de sua programação um encontro de representantes das entidades filiadas ao CBC – Congresso Brasileiro de Cinema.

Preparatório ao grande congresso que deverá ser organizado pela entidade, na cidade de Porto Alegre (RS), em junho deste ano, no marco dos dez anos da realização do histórico III Congresso Brasileiro de Cinema, o evento contou com a participação de cerca de 80 pessoas, entre representantes das entidades filiadas ao CBC e de várias outras entidades do audiovisual bras ileiro, dentre as quais a participação do representante da ABPTA, Carlos Alkimin e do Sindicato dos Produtores Silvia Rabello, da Laborcine.

Mesa de abertura do CBC no V FAIAParticiparam ainda várias personalidades convidadas e representantes dos poderes executivo e legislativo municipal e federal. Representando o poder executivo merece destaque as participações do Ministro Interino e Secretário Executivo do Ministério da Cultura, Alfredo Manevy; do Secretário do Audiovisual, Silvio Da Rin; do Presidente da ANCINE – Agência Nacional de Cinema, Manoel Rangel, do Coordenador de Direitos Autorais e Gestão Coletiva da Secretária de Políticas Culturais, José de Souza Vaz, da Representante do MinC na Região Nordeste, Tarciana Portela e do Prefeito de Atibaia, Dr José Bernardo Denig. Já o poder legislativo federal foi representado pelo Senador Inácio Arruda (PCdoB/CE) e pelo Deputado Federal, Roberto Santiago (PV/SP).

Na abertura do evento, o Presidente do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, Rosemberg Cariry apresentou um balanço das atividades desenvolvidas pela entidade em 2009. Segundo Cariry, apesar das dificuldades a Diretoria do CBC entendeu que os resultados alcançados foram positivos. “Creio que conseguimos superar muitas dificuldades. Afinal, conseguimos participar das importantes mudanças  na legislação que afetam as políticas públicas do setor, como por exemplo, a proposta de mudanças nas Lei Rouanet e de Direitos Autorais. Com articulação e apoio de entidades de vários outros setores conseguimos também ver aprovadas as propostas de reenquadramento das empresas culturais no SIMPLES e do PL 29, que prevê quotas de produtos audiovisuais brasileiros. No contexto da CONFECOM – Conferência Nacional das Comunicações tivemos todas as propostas encaminhadas pelas entidades filiadas ao CBC aprovadas. E no contexto da política interna do setor conseguimos restabelecer o diálogo com várias entidades que haviam se afastado do CBC, aumentando o número de entidades filiadas. Desta forma creio que conseguimos cumprir a agenda e as tarefas que nos foram encaminhadas quando de nossa eleição em janeiro de 2009, em Atibaia. Parece muito, mas é pouco diante dos muitos desafios do cinema brasileiro e só conseguiremos uma mudança significativa quando, no VIII Congresso Brasileiro do Cinema e do Audiovisual, em Porto Alegre, no próximo mês de junho, tivermos a representação de todos os setores e de importantes personalidades do cinema brasileiro. Estão todos convidados a participar dos grupos de debates já abertos”  – declarou.

Alfredo Manevy no CBC2010Durante o encontro foi anunciado pelo Ministro Interino da Cultura Alfredo Manevy a criação do Fundo de Inovação Tecnológica e Audiovisual que deverá atender as demandas do denominado cinema independente apresentadas pelo CBC ao Ministro Juca Ferreira, como reinvidicação das entidades, durante o processo de discussão da proposta de reforma da atual Lei Rouanet, fato que segundo o presidente do CBC, Rosemberg Cariry caso venha a se confirmar significa uma vitória e a ampliação do apoio e dos recursos destinados pelo MinC ao setor. Foi feita também a sugestão que o Conselho gestor do novo fundo de inovação audiovisual seja composto por representantes dos diversos segmentos do cinema brasileiro, através de indicação de suas entidades.

Já o Secretário do Audiovisual, Silvio Da Rin apresentou um detalhado balanço das atividades desenvolvidas pela SAV durante 2009, anúncio várias novidades relacionadas a secretaria, entre as quais merece destaque a ampliação no número de contemplados no edital de BO que será lançado este ano. Da Rin participou ainda dos intensos debates que marcaram a plenária realizada no segundo dia do encontro durante a qual buscou responder aos questionamentos formulados pela platéia.

Da mesma forma, o presidente da ANCINE – Agência Nacional de Cinema, Manoel Rangel após apresentar um balanço geral das atividades desenvolvidas durante 2009, participou também da plenária realizada no segundo dia, durante a qual defendeu o posicionamento da ANCINE em relação a temas polêmicos, como os relacionados a questões relacionadas ao funcionamento do FSA – Fundo Setorial do Audiovisual, aos percentuais de cota de tela exigidos dos exibidores e a necessária ampliação do parque exibidor nacional. O CBC se pronunciou a respeito da ampliação da quota da tela para o cinema brasileiro e de outros assuntos que constam da Carta de Atibaia.

O representante da Secretária de Políticas Culturais do MinC, José de Souza Vaz após apresentar detalhadamente a proposta de nova Lei de Direitos Autorais que vêm sendo desenvolvida e debatida há mais de um ano com a sociedade, também confirmou que a proposta deve ser encaminhada ao Congresso logo no início dos trabalhos legislativos.

A reunião consolidou ainda a criação de grupos de trabalho específicos que deverão trabalhar no aprofundamento dos dados, diagnósticos e propostas para cada segmento que deverão pautar o VIII Congresso Brasileiro de Cinema e Audiovisual, cuja programação e temário deverão ser divulgados dentro em breve. Os grupos devem integrar os debates dos diversos segmentos da sociedade brasileira.

Em sua plenária final, os participantes elaboraram e aprovaram a CARTA DE ATIBAIA DO CINEMA BRASILEIRO. (confira)

Finalmente, na solenidade de encerramento e premiação do V FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual o Prefeito de Atibaia, Dr.José Bernardo Denig (PV) anunciou a renovação do apoio da Prefeitura local e do Festival à realização da reunião anual do CBC em janeiro de 2011, em Atibaia, dentro da programação oficial do Festival.

O Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual é uma realização da Associação de Difusão Cultural de Atibaia / Difusão Cineclube em parceria com Prefeitura da Estância de Atibaia, através da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos de Atibaia e contou com o apoio do Ministério da Cultura através da SAV – Secretaria do Audiovisual e da SPC – Secretaria de Políticas Culturais. O FAIA conta ainda com o apoio e patrocínio dos Estúdios Quanta.

Confira a Carta:

CARTA DE ATIBAIA DO CINEMA E AUDIOVISUAL BRASILEIRO

Reunidos durante o 5° Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual, as entidades participantes doCongresso Brasileiro de CinemaCBC reafirmam seu compromisso com o progresso do Cinema Brasileiro e com a coletividade dos trabalhadores do nosso audiovisual.

Assim foram constituídos Grupos de Trabalho para promover a discussão das diversas áreas da cadeia produtiva do audiovisual para levantar questões e reivindicações a serem encaminhadas para a discussão no VIII Congresso Brasileiro de Cinema e Audiovisual, em Porto Alegre, a ser realizado em junho de 2010, com a convocação de todas as entidades governamentais e não-governamentais, personalidades do cinema, do audiovisual e da Cultura brasileira. Nesta oportunidade também comemoraremos os 10 anos da realização do III Congresso, que trouxe de volta a participação das entidades do audiovisual nos debates relativos às políticas públicas para o setor, lançando as bases para importantes vitórias do nosso Cinema da última década. O lema deste congresso é REPACTUANDO O CINEMA BRASILEIRO, e a sua filosofia mais ampla parte do reconhecimento de que todos os povos têm direito às suas próprias imagens, à reciprocidade e à universalização dessas imagens.

Nesse empenho continuado, nos mantivemos na luta pela criação de pólos tecnológicos do audiovisual em todo país e dos fundos regionais de desenvolvimento do setor, proporcionando a integração no atual esforço de aumento da produção independente e do acesso da sociedade às obras audiovisuais brasileiras.

Desejamos ainda a ampliação dos recursos e dos editais para o desenvolvimento do nosso setor em todos os níveis, tanto da União, quanto dos Estados e Municípios. Neste sentido saudamos a criação do Fundo de Inovação Audiovisual anunciado durante este festival pelo Ministro da Cultura. Nesta oportunidade pleiteamos a participação efetiva das entidades do chamado cinema cultural no Conselho Gestor do referido fundo.

Destacamos também a importância da continuidade, do fortalecimento e da ampliação dos programas do Ministério da Cultura nas áreas do audiovisual, diversidade cultural e democratização do acesso da população brasileira à produção cultural.

Nos últimos tempos, mantivemos um diálogo produtivo com o Ministério da Cultura, notadamente a SAV – Secretaria do Audiovisual, a ANCINE – Agência Nacional do Cinema e a Secretaria de Políticas Culturais do MinC, com as quais pactuamos as proposta da nova Lei Rouanet e da nova Lei do Direito Autoral, encaminhadas ao Congresso Nacional.

O muito esperado reenquadramento das empresas do setor cultural na Lei do Simples foi obtida graças à parceria com entidades de outras áreas artísticas e ao reconhecimento da importância da Cultura pelo Congresso Nacional.

Por outro lado, o acompanhamento e aprovação do PL 29 na Câmara dos Deputados foi indicativo do acerto dos nossos argumentos a favor da nova legislação, que devem ser reforçados e continuados no Senado Federal.

Para ampliar e aprofundar estas e as demais questões que nos afetam, conclamamos todas as entidades e demais trabalhadores do audiovisual para, junto conosco em Porto Alegre, durante o VIII Congresso Brasileiro de Cinema e do Audiovisual, consolidarmos um debate amplo e propositivo de novas políticas públicas e paradigmas para o Cinema e o Audiovisual Brasileiro.

Finalmente agradecemos a Prefeitura da Estância de Atibaia, à Associação de Difusão Cultural de Atibaia/ Difusão Cineclube e ao Ministério da Cultura, através das Secretarias Executiva, do Audiovisual e de Políticas Culturais, patrocinadoras do evento.

Reunião do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema
Atibaia, São Paulo, 16 de janeiro de 2010

Rosemberg Cariri
Presidente do CBC

Entidades presentes

V FAIA
Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual
De 12 a 16 de janeiro de 2010
Rua Adolfo André, 2080 – Vila Netto
Atibaia – São Paulo
Cep: 12940-280
Fone: 0XX11.4402.4296
E-mail:
faia2010@cineclubes.org.br

Ave Maria e Marimbondo Amarelo são premiados no V FAIA


Filmes premiados receberam o Troféu Sapuari 2010 na noite de sábado (16) no Centro de Convenções Victor Brecheret em Atibaia

avemariaouamaedosseroesProduzido em 35mm, “Ave Maria ou a Mãe dos Sertanejos“, do pernambucano Camilo Cavalcanti e o vídeo digital “Marimbondo Amarelo“, do goiano Amarildo Pessoa foram os principais premiados dentro da Mostra Competitiva Troféu Sapuari do 5 FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual encerrada na noite do último sábado (16), no Centro de Convenções Victor Brecheret, em Atibaia, São Paulo.

omarimbomdo_amareloGanhador da categoria 35mm, o pernambucano Camilo Cavalcanti, diretor de “Ave Maria ou a Mãe dos Sertanejos” receberá da Prefeitura de Atibaia uma premiação especial de 16 mil reais em dinheiro e mais 8 mil reais em serviços oferecidos pelos Estúdios Quanta. Da mesma forma, o goiano Amarildo Pessoa, diretor de “Marimbondo Amarelo” ganhador na categoria vídeo digital receberá 8 mil reais em dinheiro da Prefeitura de Atibaia e 4 mil reais em serviços oferecidos pelos Estúdios Quanta.

Composto por Amaury Tangará, Betty Beer (França), Orlando Bonfim Neto, Euclides Sandoval e Maurício Farina, o Júri Oficial do V FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual outorgou ainda Troféus Sapuari nas categorias de:

Melhor Atriz: Luciana Caetano, do curta Marimbondo Amarelo (GO)

Melhor Ator: Gatto Larsen e Rubens Barbot, do curta Ensaio de Cinema (RJ)

Melhor fotografia: Beto Martins, do curta Ave Maria ou a Mãe dos Sertanejos (PE)

Melhor direção: Alan Ribeiro, em Ensaio de Cinema (GO)

A Mostra Competitiva Troféu Sapuari contou neste ano com dezoito curta-metragens realizados em 35mm e/ou em vídeo digital premiados nos vinte quatro festivais brasileiros parceiros do Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual.

Prêmio Dom Quixote

Desenho_Dom_Quixote_alta_resoluçãoFormado por João Paulo Macedo (Portugal), Marcelo Cordeiro (Bolívia), Yenne Gallego (Colômbia), Gê Carvalho e Liuba de Medeiros (Brasil) o Júri da FICC – Federação Internacional de Cineclubes outorgou o Prêmio Dom Quixote ao filme “Minami em Close-up: A boca em revista” do paulista Thiago Mendonça, oferecendo ainda uma menção honrosa a “Ave Maria ou a Mãe dos Sertanejos“, do pernambucano Camilo Cavalcanti.

Outorgado pelo terceiro ano consecutivo no FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual, o Prêmio Dom Quixote é um reconhecimento por parte da FICC – Federação Internacional de Cineclubes, aos filmes de curta e longa metragens, ficção ou documentário, cuja expressão artística e comprometimento com a realidade das nações e dos povos se sobressaiam. Os filmes homenageados com o Prêmio são escolhidos por um júri designado pelo Comitê Executivo da FICC, através de indicações dos seus membros associados.

O nome do Prêmio é representativo de seu significado: “de amor, de paz, de justiça e da luta por tais valores”, simbolizando os objetivos da FICC.

Além das premiações oficiais do Festival os concorrentes a premiações oferecidas pelo SINDCINE /SP e pelos Estúdios Quanta. Objetivando valorizar a participação do público, a organização do Festival decidiu implantar a partir deste ano a outorga de um prêmio especial do público que será escolhido pelos espectadores do Festival.

O V FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual é uma realização é da Associação de Difusão Cultural de Atibaia / Difusão Cineclube e da Prefeitura da Estância de Atibaia. O evento conta com o apoio da FICC – Federação Internacional de Cineclubes, do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, do CBDC – Centro Brasileiro da Diversidade Cultural /SP e do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros e é patrocinado pelo MinC – Ministério da Cultura através de suas Secretarias Executiva, do Audiovisual e de Políticas Culturais. Todas as atividades de sua programação são gratuitas e abertas ao público.

Confira abaixo as fichas técnicas dos ganhadores do Troféu Sapuari 2010.

Melhor curta 35 mm

Ave Maria ou a mãe dos Sertanejos (PE)
Duração: 12min.
Gênero: Documentário
Suporte: 35MM
Direção: Camilo Cavalcante
Produção: Aurora Cinema
Roteiro: Alax Conceição, Avelino dos Santos, Betânia de Souza, Camilo Cavalcante, Carlinhos Martins, Cila Pinto, Heloysa Dayana, Janaina Bezerre, Jesebel Bezerra, Kelly Oliveira, Natiele de Terto, Renan Domingos, Reydievila Silva e Sônia Ferreira.
Fotografia: Beto Martins
Elenco: Moradores dos Sítios Caracol, Sozinho, Ipueira, Espírito Santo, Aboboreira, Catolé, Baixio do Juá, Algodões e Minador em Serrita, Pernambuco. Chico Justino, Luzia Petronila Alves, Assis Vaqueiro e Ana Jose dos Anjos.
Montagem: Caio Zatti
Edição de Som: Nicollas Hallet
Festival que representa: Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (Brasília/DF)
Sinopse: Um registro poético do imaginário popular do Sertão, às 18 horas, quando toca na rádio a Ave Maria Sertaneja, interpretada por Luis Gonzaga.
Contato: camilocavalcante@terra.com.br

Melhor vídeo digital

Marimbondo Amarelo (GO)
Duração: 20 min.
Gênero: Ficção
Suporte: Vídeo
Direção: Amarildo Pessoa
Produção: Dionísio Bombinha
Montagem: Sérgio Valério
Fotografia: Joan Moinyer
Elenco: Neusa Borges, Luciana Caetano, Alexandre Marques, Liz Eliodoraz, Renata Caetano, Mariana Crescêncio, Liomar, Delicio Soares e Leonel Santos
Música original: Sons do Cerrado
Captação e Edição de Som: Victor Pimenta
Festival que representa: Fescine Goiânia (Goiânia/ GO)
Sinopse: Uma andarilha conta a história do fim da dança do marimbondo e o canto das almas no extinto povoado de Baunilha.
Contato: amarildopessoa@hotmail.com

V FAIA
Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual
<http://www.festivaldeatibaia.com.br/>
De 12 a 16 de janeiro de 2010
Rua Adolfo André, 2080 – Vila Netto
Atibaia – São Paulo
Cep: 12940-280
Fone: 0XX11.4402.4296
E-mail: faia2010@cineclubes.org.br

I Encontro Internacional dos Direitos do Público


Desenho_Dom_Quixote_alta_resolução

O I Encontro Internacional dos Direitos do Público aconteceu entre os dias 12 e 16 de janeiro dentro da programacão do V FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual e contou com a participação de representantes da Argentina, Bangladesh, Bolívia, Brasil, Colombia, Equador, Espanha, Itália, México, Portugal, Uruguai e Venezuela, entre os quais merece registro a participação do Presidente da FICC, Paolo Minuto.

O encerramento contou com a participação do Secretário do Audiovisual, Silvio Da Rin e do Coordenador e do Coordenador Geral de Gestão Coletiva e Mediação em Direitos Autorais da Secretaria de Políticas Culturais, José Vaz de Souza Filho.

As mesas abordaram o tema sob três óticas distintas: a do próprio público, a dos estados e finalmente, a dos juristas. Como resultado do encontro foi elaborada e divulgada a CARTA DO I ENCONTRO INTERNACIONAL DOS DIREITOS DO PÚBLICO.

O encontro foi mais uma realização da Associação de Difusão Cultural de Atibaia / Difusão Cineclube e da Prefeitura da Estância de Atibaia e contou com o apoio da FICC – Federação Internacional de Cineclubes, do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, do CBDC – Centro Brasileiro da Diversidade Cultural /SP e do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros. Patrocinou a atividade o MinC – Ministério da Cultura através de suas Secretarias Executiva, do Audiovisual e de Políticas Culturais.

Confira a Carta:
adesivo 150Carta do 1º Encontro Internacional dos Direitos do Público

Reunidos na cidade de Atibaia, São Paulo-Brasil, durante o 5º Festival Atibaia Internacional do Audiovisual, no período de 12 a 16 de janeiro de 2010, representantes de entidades, associações e organizações culturais de Argentina, Bangladesh, Bolívia, Brasil, Colombia, Equador, Espanha, Itália, México, Portugal, Uruguai e Venezuela promoveram o 1º Encontro Internacional dos Direitos do Público cujas conclusões são expressas nesta carta:

Historicamente os cineclubes exercem as funções de: promoção da educação cultural, efetivação do direito fundamental à cultura e  concretização  da democracia e cidadania culturais. Dessa forma, o cineclubismo promove o exercício dos direitos humanos internacionalmente reconhecidos e refletidos na Carta de Tabor.

Para garantir a plena liberdade de expressão cultural, os participantes deste encontro

Reivindicam:

– a participação nos diversos organismos e fóruns nacionais e internacionais que tratem dos direitos fundamentais do público.

– o acesso imediato, amplo e irrestrito às obras financiadas pelo poder publico.

– que o poder público invista na criação e aperfeiçoamento de infraestrutura que garanta o pleno acesso e a ampla difusão da produção cultural.

– a promoção da circulação de obras respeitando seus idiomas e expressões originais.

Recomendam:

– que a defesa das atividades cineclubistas seja desenvolvida nos planos político e jurídico.

– que se promova a ampla divulgação e discussão dos direitos de acesso às produções culturais como direitos fundamentais do público.

E finalmente agradecem a Prefeitura Municipal de Atibaia, A Associação de Difusão Cultural de Atibaia/Difusão Cineclube e ao Ministério da Cultura, através das Secretarias Executiva, do Audiovisual e de Políticas Culturais sem as quais a realização do evento não seria possível.

Atibaia-SP, 16 de janeiro de 2010.

Ministro Interino da Cultura participa do V FAIA


O Secretário Executivo e Ministro Interino da Cultura Alfredo Manevy estará amanhã em Atibaia na abertura do evento

Dentro da programação do 5º FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual, começa amanhã a partir das 14h30 no Atibaia Residence Hotel, em Atibaia, SP a reunião anual do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema. Ao promover pelo segundo ano consecutivo um encontro de representantes das entidades associadas ao CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, o Festival de Atibaia consolida o evento como um dos mais importantes espaços de reflexão e debate sobre as questões relacionadas ao audiovisual brasileiro.

manevyPreparatório ao 8 Congresso Brasileiro de Cinema, o encontro já tem confirmadas as participações do Secretário Executivo e Ministro Interino da Cultura, Alfredo Manevy; do Secretário do Audiovisual, Silvio Da Rin e do Presidente da ANCINE, Manoel Rangel e o Coordenador Geral de Gestão Coletiva e Mediação em Direitos Autorais da Secretaria de Políticas Culturais do MinC, José Vaz de Souza Filho. Participam ainda da solenidade de abertura o Senador Ignácio Arruda (PCdoB/CE), o Deputado Federal Roberto Santiago (PV/SP), o Prefeito da Estância Turística de Atibaia, José Roberto Denig, o vice-prefeito de Atibaia, Ricardo Antonio, o presidente da Câmara, Prof Wanderley Silva de Souza e do Secretário Municipal de Cultura de Atibaia, Edson Beleza.

CarirySegundo o cineasta cearence e atual presidente do CBC, Rosemberg Cariri o encontro objetiva promover um balanço geral das atividades desenvolvidas pela entidade durante o ano de 2009 e estabelecer o temário que deverá nortear a programação do 8 Congresso Brasileiro de Cinema previsto para acontecer em junho deste ano em Porto Alegre (RS). “Vivemos um momento de profundas modificações na cultura audiovisual e precisamos estar atentos e preparados para enfrentar todos os novos desafios colocados. Neste contexto entendemos ser fundamental a promoção do diálogo e de um processo reflexivo envolvendo o maior número possivél de entidades, lideranças e gestores governamentais que estejam dispostos a contribuir com o fortalecimento do audiovisual e da diversidade cultural brasileiras. Esse é o objetivo desta reunião que estaremos realizando em Atibaia e diante das participações já confirmadas nossa expectativa é de que conseguiremos alcançar plenamente nossos objetivos”. – ressaltou.

Cariri destacou e agradeceu ainda aos realizadores do Festival o apoio oferecido ao CBC. “O Festival de Atibaia ano a ano demonstra seu compromisso com o cinema brasileiro ao abrigarO 5 Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual é uma realização da Associação de Difusão Cultural de Atibaia / Difusão Cineclube em parceria com Prefeitura da Estância de Atibaia, através da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos de Atibaia e conta com o apoio do Ministério da Cultura através da SAV – Secretaria do Audiovisual e da SPC – Secretaria de Políticas Culturais.

Fique informado e participe:

Site: www.festivaldeatibaia.com.br

Blog Cultura Digital: http://culturadigital.br/festivaldeatibaia/

Comunidade: http://festivaldeatibaia.ning.com/

Facebook: http://www.facebook.com/groups.php?id=1551520480&gv=12#/group.php?gid=349448615550


V FAIA
Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual
De 12 a 16 de janeiro de 2010
Rua Adolfo André, 2080 – Vila Netto
Atibaia – São Paulo
Cep: 12940-280
Fone: 0XX11.4402.4296
E-mail: faia2010@cineclubes.org.br

João Baptista Pimentel Neto
Diretor de Articulação e Comunicações do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema
Secretário Geral do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros
Relações Institucionais do Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual

Cel: 11.8492.7373
Msn: pimentel439@hotmail.com
Skype: pimentel43
Twitter: pimentel43
Facebook:

FILMES SÃO FEITOS PARA SEREM VISTOS!

Visite:
www.culturadigital.br/cineclubes/
www.cineclubes.org.br
www.pec.utopia.com.br
www.festivaldeatibaia.com.br
www.difusaocineclube.org.br
http://pimentelneto.ning.com/

5 FAIA INICIA HOJE EM ATIBAIA


Com uma homenagem a cineasta Suzana Amaral e show musical de Chico César, começa hoje, a partir das 20 horas, no Centro de Convenções Victor Brecheret, em Atibaia, São Paulo, a quinta edição do FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual. A solenidade de abertura contará ainda com a presença de autoridades governamentais locais, estaduais e federais, de representantes de entidades não governamentais do setoraudiovisual brasileiro e de lideranças cineclubistas de quatorze países.

Todas as atividades programadas são gratuitas e abertas a participação da comunidade. O evento terá continuidade até o próximo dia 16 de janeiro e além de reunir em sua Mostra Competitiva “Troféu Sapuari” os curta-metragens e vídeos digitais premiados em 26 dos principais festivais brasileiros realizados em 2009 e oferecerá aos interessados várias atividades paralelas, entre as quais merecem destaque a exibição de Mostras Não Competitivas organizadas pelos produtores dos Festivais de Contis (França) e FIKE – Festival Internacional de Curta Metragens de Évora (Portugal).

Ao promover pelo segundo ano consecutivo um encontro de representantes das entidades associadas ao CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, a programação do 5 FAIA consolida o evento como um dos mais importantes espaços de reflexão e debate sobre os problemas relacionados ao audiovisual brasileiro. Preparatório ao 8 Congresso Brasileiro de Cinema, o encontro já tem confirmadas as participações de representantes de 45 das 54 entidades filiadas ao CBC, de entidades filiadas ao FAC epersonalidades do audiovisual brasileiro. Representando o setor governamental já estão confirmadas as presenças do Secretário Executivo e Ministro Interino da Cultura, Alfredo Manevy, do Secretário Nacional do Audiovisual, Silvio Da Rin, do Presidente daANCINE – Agência Nacional de Cinema, Manoel Rangel e de inúmeras lideranças parlamentares estaduais e federais.

Segundo o cineasta cearence e atual presidente do CBC, Rosemberg Cariria o encontroobjetiva promover um balanço geral das atividades desenvolvidas pela entidade durante o ano de 2009 e estabelecer o temário que deverá nortear a programação do 8 Congresso Brasileiro de Cinema previsto para acontecer em junho deste ano em Porto Alegre (RS). “Vivemos um momento de profundas modificações na cultura audiovisual e precisamos estar atentos e preparados para enfrentar todos os novos desafios colocados. Neste contexto entendemos ser fundamental a promoção do diálogo e de um processo reflexivo envolvendo o maior número possivél de entidades, lideranças e gestores governamentais que estejam dispostos a contribuir com o fortalecimento do audiovisual e da diversidade cultural brasileiras. Esse é o objetivo desta reunião que estaremos realizando em Atibaia e diante das participações já confirmadas nossa expectativa é de que conseguiremos alcançar plenamente nossos objetivos”. – ressaltou.

Reafirmando também seu caráter cineclubista e internacional, a programação do V FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual contempla também a realização do VEIAC – Encontro Iberoamericano de Cineclubes e do I Encontro Internacional dos Direitos do Público. Organizados em parceria com a FICC – Federação Internacional de Cineclubes e do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes estas atividades já tem confirmadas a participação de lideranças cineclubistas de cerca de 15 países. Segundo o Vice-Presidente da FICC e Presidente do CNC, Antonio Claudino de Jesus os encontros pretendem fortalecer e consolidar a integração entre os movimentos cineclubistas dos países iberoamericanos e a campanha mundial pelos Direitos do Público que vêm sendo empreendida pela FICC.

faia 420O 5 Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual é uma realização da Associação de Difusão Cultural de Atibaia / Difusão Cineclube em parceria com Prefeitura da Estância de Atibaia, através da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos de Atibaia e conta com o apoio do Ministério da Cultura através da SAV – Secretaria do Audiovisual e daSPC – Secretaria de Políticas Culturais.

Homenageada

Suzana Amaral

Paulistana, nascida em 1932, é atriz, roteirista e cineasta.

Suzana Amaral iniciou sua carreira aos 37 anos no final da década de sessenta (1968 e 1971) quando, já mãe de nove filhos e quase avó, prestou vestibular para a primeira turma do curso de cinema na Escola de Comunicação e Arte da USP.

Sua estreia como diretora se deu em 1971 com o curta “Sua Majestade Piolim” sobre o famoso palhaço e suas ligações com o teatro popular; e com “Semana de 22”, um panorama da Semana de Arte Moderna.
Em 1974, foi produtora e diretora da TV Cultura, rodando mais de cinquenta documentários em curta-metragens para o extinto programa Câmara Aberta.

Posteriormente fez pós graduação em Nova Iorque, onde, durante seu mestrado, continuou a produzir e dirigir.
Em 1979 foi premiada no Festival de Brasília com o curta “Minha Vida, Nossa Luta” (melhor filme), obra que serviu de pano de fundo e inspiração para a luta pelas creches da periferia de São Paulo.

Em 1985, Suzana Amaral estreia em longas de forma arrasadora na bela adaptação cinematográfica do livro homônimo de ClariceLispector, “A Hora da Estrela”.

O filme foi consagrado pela crítica e premiado no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (1986), ganhando seis prêmios na mesma edição, ficando na história do festival como longa mais premiado. Revelou o talento da atriz Marcélia Cartaxo para o mundo e conquistou o Leão de Prata de Melhor Atriz no Festival de Berlim.

“A Hora da Estrela”, que conta também com atuações marcantes de José Dumont, Fernanda Montenegro e Tâmara Taxman, fez sucesso em vários festivais internacionais levando a diretora a acompanhar exibições do filme em cerca de 25 países.

No mesmo ano foi premiada como melhor direção no Festival de Havana.

Durante alguns anos Suzana Amaral percorreu diversos países promovendo a obra “A Hora da Estrela”. Neste tempo escreveu cinco roteiros e produziu filmes para a emissora de TV portuguesa RTP.

Na década de 90 Suzana Amaral continuou sua carreira com produções para televisão e atuou no média metragem português “O regresso do homem que não gostava de sair de casa”, de M.F. Costa e Silva.

Em 2001, Suzana Amaral volta à direção com outra adaptação literária, “Uma Vida de Menina”, de Autran Dourado. Também mais uma vez a cineasta revela outra ótima atriz, a enigmática Sabrina Greve como a interiorana Biela. Uma Vida em Segredo” recebeu o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Brasília e quatro prêmios no Cine Ceará: Melhor Filme, Melhor, Melhor Fotografia e Melhor Direção de Arte.
Sua mais recente obra é o longa “Hotel Atlântico” (2009), adaptação do livro homônimo do escritor gaúcho João Gilberto Noll.

Filmografia:
– “Semana de 22” (1968)
– “Sua Majestade, Piolim” (1971)
– “Os Mortos Viram Terra” (1971)
– “Érico Veríssimo” (1975)
– “A Pair of Shoes” (1976)
– “Circularity” (1977)
– “Views of My Father Weeping” (1978)
– “Minha Vida Nossa Luta” (1979)
– “Crescer Para Ser Quem?” (1979)
– “A Hora da Estrela” (1985)
– “Procura-se” (1992)
– “Uma Vida em Segredo” (2001/2002)
– “Perto do Coração Selvagem” (2004)
– “Hotel Atlântico” (2009)

A programação completa pode ser acessada em: www.festivaldeatibaia.com.br
Confira também nosso Blog: http://culturadigital.br/festivaldeatibaia/
Participe de nossa Comunidade: http://festivaldeatibaia.ning.com/

Confira nosso Facebook: http://www.facebook.com/groups.php?id=1551520480&gv=12#/group.php?gid=349448615550

JBPN / 2010.

João Baptista Pimentel Neto
Diretor de Articulação e Comunicações do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema
Secretário Geral do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros
Relações Institucionais do Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual

Cel: 11.8492.7373
Msn: pimentel439@hotmail.com
Skype: pimentel43
Twitter: pimentel43
Facebook:

FILMES SÃO FEITOS PARA SEREM VISTOS!

Visite:
http://www.culturadigital.br/cineclubes/
http://www.cineclubes.org.br
http://www.pec.utopia.com.br
http://www.festivaldeatibaia.com.br
http://www.difusaocineclube.org.br
http://pimentelneto.ning.com/

DEZOITO CURTAS CONCORREM AO TROFÉU SAPUARI


Filmes premiados nos principais festivais brasileiros realizados em 2009 disputam o Troféu Sapuari 2010 em Atibaia

Premiados nos vinte quatro festivais brasileiros parceiros do FAIA, dezoito curta-metragens produzidos em oito estados serão exibidos de 13  a 15 de janeiro no Centro de Convenções Victor Brecheret, em Atibaia (SP) na Mostra Competitiva Troféu Sapuari dentro da programação do V FAIA – Festival Internacional do Audiovisual.

Além das premiações oficiais do Festival, as produções concorrem ainda ao Prêmio Dom Quixote outorgado pela FICC – Federação Internacional de Cineclubes e a premiações oferecidas pelo SINDCINE /SP e pelos Estúdios Quanta. Objetivando valorizar a participação do público, a organização do Festival decidiu implantar a partir deste ano a outorga de um prêmio especial do público que será escolhido pelos espectadores do Festival.

Formado por especialistas do audiovisual brasileiro e internacional, os Júris do V FAIA apresentam a seguinte composição:

Júri Oficial:
Amaury Tangará, Betty Beer (França), Orlando Bonfim Neto, Euclides Sandoval e Maurício Farina.

Júri FICC / Prêmio Dom Quixote:

João Paulo Macedo (Portugal), Marcelo Cordeiro (Bolívia), Yenne Gallego (Colômbia), Carvalho e Liuba Medeiros (Brasil)

Prêmios SINDCINE / SP:

Pedro Pablo Lazzarine, Antônio Leão e Luiz Felipe Mundim.

O melhores curta-metragens em 35 e em digital escolhidos pelo Júri Oficial receberam ainda a premiação oferecida pelos Estúdios Quanta e tem exibição garantida nos festivais internacionais parceiros do FAIA.

O V FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual é uma realização é da Associação de Difusão Cultural de Atibaia / Difusão Cineclube e da Prefeitura da Estância de Atibaia. O evento conta com o apoio da FICC – Federação Internacional de Cineclubes, do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, do CBDC – Centro Brasileiro da Diversidade Cultural /SP e do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros e é patrocinado pelo MinC – Ministério da Cultura através de suas Secretarias Executiva, do Audiovisual e de Políticas Culturais. Todas as atividades de sua programação são gratuitas e abertas ao público.

Confiram abaixo a programação da Mostra Competitiva Troféu Sapuari:

Dia 13 Quarta-Feira
Centro de Convenções Victor Brecheret

21h30 – 23h Mostra Competitiva

CALANGO LENGO: MORTE E VIDA SEM VER ÁGUA” (SP)

Direção: Fernando Miller

Duração: 10’

“O GUARANI” (BA)

Direção: Cláudio Marques e Marília Hughes

Duração: 20’

NELLO´S” (SP)

Direção: André Ristum

Duração: 20’

“HOJE” (ATIBAIA/SP)

Direção: Juba Perrone

Duração: 05’

SUNDAY” (SP)

Direção: Fabio Delai e Renne Castrucci

Duração: 18’

MAICOU DIÉQUISION” (ES)

Direção: Natanael Souza e Ramon

Duração: 09’

Dia 14 Quinta-Feira
Centro de Convenções Victor Brecheret

21h30 – 23h Mostra Competitiva

“A DISTRAÇÃO DE IVAN” (RJ)

Direção: Cavi Borges e Gustavo Mel

Duração: 15’

MINAMI EM CLOSEUP – A BOCA EM REVISTA” (SP)

Direção: Thiago Mendonça

Duração: 19’

“ENSAIO DE CINEMA” (RJ)

Direção: Allan Ribeiro

Duração: 16’

“NEM MARCHA, NEM CHOUTA” (MG)

Direção: Helvécio Marins Jr.

Duração: 07’

“O VELHO GUERREIRO NÃO MORRERÁ” (SP)

Direção: Paulo Duarte

Duração: 20’

Dia 15 Sexta-Feira
Centro de Convenções Victor Brecheret

21h30 – 23h

Mostra Competitiva

“TERESA” (SP)

Direção: Paula Szutan e Renata Terra

Duração: 18 min.

“AVE MARIA OU A MÃE DOS SERTANEJOS” (PE)

Direção: Camilo Cavalcante

Duração: 12’

SÍCKIU VÉRIMANXI” (SP)

Direção: Igor Spacek

Duração: 03’

“A ILHA” (DF/SP)

Direção: Alê Camargo

Duração: 09’

MARIMBONDO AMARELO” (GO)

Direção: Amarildo Pessoa

Duração: 20’

EDADREBIL” (GO)

Direção: Rafael Abdala e Aisha Terumi

Duração: 07’

“VELA AO CRUCIFICADO” (MA)

Direção: Frederico Machado

Duração: 13’

Confira também as fichad técnicas em:
http://www.festivaldeatibaia.com.br/mcmostralista.asp

V FAIA
Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual
De 12 a 16 de janeiro de 2010
Rua Adolfo André, 2080 – Vila Netto
Atibaia – São Paulo
Cep: 12940-280
Fone: 0XX11.4402.4296
E-mail: faia2010@cineclubes.org.br

V EIAC e I Encontro dos Direitos do Público no FAIA


Pelo terceiro ano consecutivo Festival de Atibaia reúne cineclubistas iberoamericos no Brasil

250Consolidando definitivamente seu caráter cineclubista e suas parcerias com a FICC – Federação Internacional de Cineclubes e com o CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros, o Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual estará sediando entre 13 e 16 de janeiro, o V EIAC – Encontro Iberoamericano de Cineclubes que reunirá lideranças cineclubistas de 11 países iberoamericanos. O encontro contará ainda com as presenças do Presidente e do Secretário Geral da FICC, respectivamente Paolo Minuto (Itália) e Golam Rabbany Biplob (Bangladesh).

O Presidente do CNC e Vice-Presidente da FICC, Antonio Claudino de Jesus explica que o encontro tem por principal objetivo promover um balanço sobre os resultados alcançados através da rearticulação do movimento cineclubista brasileiro e seu reflexo no contexto do movimento cineclubista internacional, em especial nos países iberoamericanos. “A importância do movimento brasileiro neste processo de articulação e intercâmbio do movimento internacional, em especial no contexto iberoamericano é inegavél. Afinal todos os cinco encontros até agora realizados aconteceram no Brasil. Por outro lado, acredito que já cumprimos a maior parte da agenda que iniciamos em 2004 em Rio Claro e que chegou a hora de pensarmos no fortalecimento e consolidação de vários mecanismos que temos desenvolvido ao longo destes cinco anos, entre os quais a Filmoteca Carlos Vieira e a CINESUD, que são fundamentais para o intercâmbio de nossas cinematografias nacionais”.

cartaz em preto(4)Para o Secretário Geral do CNC e Diretor de Relações Institucionais do Festival de Atibaia, João Baptista Pimentel Neto outro tema que deverá sem amplamente discutido no encontro refere-se a Campanha Pelos Direitos do Público que vêm sendo desenvolvida pela FICC a nível mundial. “Este é o tema que julgo unifica e dá sentido global e universal ao movimento cineclubista e no Brasil, a campanha deselvolvida pelo CNC – Conselho Nacional de Cineclubes tem recebido apoiamento de praticamente toda a cadeia produtiva do audiovisual e alcançado algumas vitórias significativas. Por isso resolvemos realizar também dentro da programação do Festival o I Encontro Internacional Pelos Direitos do Público pretendendo com isso compartilhar com nossos companheiros iberoamericanos nossa experiência e fortalecer nossas parcerias com o MinC e com as demais entidades brasileiras no encaminhamento das diversas questões relacionadas ao tema”.

O I Encontro Internacional dos Direitos do Público acontece entre os dia 12 e 16 de janeiro também dentro da programacão do V FAIA e contará com a participação do Secretário do Audiovisual, Silvio Da Rin e do Coordnador e do Coordenador Geral de Gestão Coletiva e Mediação em Direitos Autorais da Secretaria de Políticas Culturais, José Vaz de Souza Filho. Ambos os encontros acontecerão no Atibaia Residence Hotel e são gratuito e abertos a participação de todos os interessados. A realização é da Associação de Difusão Cultural de Atibaia / Difusão Cineclube e da Prefeitura da Estância de Atibaia. Contam com o apoio da FICC – Federação Internacional de Cineclubes, do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, do CBDC – Centro Brasileiro da Diversidade Cultural /SP e do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros. Patrocinam as atividades o MinC – Ministério da Cultura através de suas Secretarias Executiva, do Audiovisual e de Políticas Culturais.

Confiram abaixo a programação dos dois encontros

Programação do
V Encontro Iberoamericano de Cineclubes

Local: Atibaia Residence Hotel

Dia 12 de janeiro de 2010
Recepção e credenciamento

Dia 13 de janeiro de 2010
14h30 às 15h00 – Abertura do V EIAC

15h00 às 17h30 – Resultados: Leis, regulamentos e iniciativas

Dia 14 de janeiro de 2010
13h30 às 14h30 – Mostra Cinesud Dom Quixotes Brasileiros

14h30 às 17h30 – Abertura do Encontro do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema

Dia 15 de janeiro de 2010
13h30 às 14h30 – “Copy, right?”

14h30 às 17h30 – Resultados: Cineclubismo e educação: conquistas recentes

Dia 16 de janeiro de 2010
09h30 às 14h30 – Os direitos do público e a “pirataria”

14h30 às 17h30 – Encerramento do V EIAC / Carta de Atibaia

Programação do
I Encontro Internacional dos Direitos do Público

Local: Atibaia Residence Hotel

Dia 13 de janeiro de 2010

9h00 as 9h30 – Abertura Oficial do Encontro

9h30 as 12h30 – Mesa 1:Direitos do Público: A Ótica do Público

Moderador – Luiz Alberto Cassol – CNC / Brasil

Debatedores:
Paolo Minuto
– Itália
Golam Rbany Biplob
– Bangladesh
Laura Godoy
–  Equador
Julio Lamaña
– Espanha
Cristina Marchese
– Agentina

Dia 14 de janeiro de 2010

9h30 as 12h30 – Mesa 2
Direitos do Público: A Ótica do Estado

Moderador – João Baptista Pimentel Neto – CNC / Brasil

Debatedores
José de Souza Vaz
– SPC / MinC / Brasil
Teca Araújo
– FUNDARPE / Brasil
Gonzalo Mendoza
– Cinemateca Nacional / Venezuela
José Alfonso Suárez del Real y Aguilera
– Ex-Deputado Federal / México

Dia 15 de janeiro de 2010

9h30 as 11h30 – Mesa 3: Direitos do Público: A Ótica dos Juristas

ModeradorPaulo CanabravaAPIJOR / Brasil

Debatedores:
Alan Rocha
– jurista, RJ
Clarice Castro
– jurista, PE
Sebastião Ribeiro Filho
– jurista, ES
João Baptista Pimentel Neto –
CNC / Brasil

11h30 as 12h30 – Encerramento
Silvio Da Rin
– Secretário do Audiovisual / MinC

JBPN/2010

Tudo pronto para o V FAIA


A quinta edição do FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual, acontecerá no período de 12 a 16 de janeiro de 2010, no Centro de Convenções Victor Brecheret e no Atibaia Residence Hotel, em Atibaia, São Paulo e além de reunir em sua Mostra Competitiva “Troféu Sapuari” os curta-metragens e vídeos digitais premiados nos principais festivais brasileiros realizados em 2009, apresentará ainda Mostras Paralelas com produções premiadas nos Festivais de Contis (França) e FIKE – Festival Internacional de Curta Metragens de Évora (Portugal). Neste ano o Festival homenageará a Cineasta Suzana Amaral.

250x250Consolidando-se como um dos mais importantes espaços de reflexão e debate sobre os rumos do audiovisual brasileiro, o FAIA 2010 traz ainda dentro de sua programação um encontro que reunirá representantes das 54 entidades filiadas ao CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, de várias outras entidades do setor, personalidades e os principais dirigentes dos organismos federais e estaduais relacionados ao setor. Segundo Rosemberg Cariri, presidente do CBC, a reunião objetiva promover um balanço geral das atividades desenvolvidas pela entidade durante o ano de 2009 e estabelecer um temário consensual que deverá nortear a programação do 8 Congresso Brasileiro de Cinema previsto para acontecer em julho de 2010 em Porto Alegre, RS. A reunião conta com o apoio da SAV – Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura.

Reafirmando também seu caráter cineclubista e internacional, a programação do V FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual contemplará ainda a realização do V EIAC – Encontro Iberoamericano de Cineclubes e do I Encontro Internacional dos Direitos do Público. Organizados em parceria com a FICC – Federação Internacional de Cineclubes e do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros estas reuniões contaram com a participação de lideranças cineclubistas de cerca de 15 países. Segundo o Vice-Presidente da FICC e Presidente do CNC, Antonio Claudino de Jesus estes eventos pretendem fortalecer e consolidar a integração e parceria entre os movimentos cineclubistas dos países ibero-americanos e a campanha mundial pelosDireitos do Público que vêm sendo empreendida pela FICC e que tem o movimento cineclubista brasileiro como um de seus principais protagonistas. A realização dos encontros contam com apoio da SPC – Secretaria de Políticas Culturais do MinC, através de sua Diretoria de Direitos Intelectuais.

Finalmente, a programação do FAIA2010 mantêm seu caráter transversal, de celebração da diversidade e de diálogo entre as variadas linguagens artísticas, e contará com uma diversificada programação cultural com a apresentação de shows musicais, performances, exposições, etc.

O Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual é uma realização da Associação de Difusão Cultural de Atibaia / Difusão Cineclube em parceria com Prefeitura da Estância de Atibaia, através da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos de Atibaia e conta com o apoio do Ministério da Cultura através da SAV – Secretaria do Audiovisual e da SPC – Secretaria de Políticas Culturais.

A programação completa pode ser acessada em: www.festivaldeatibaia.com.br

Confira também nosso Blog: http://culturadigital.br/festivaldeatibaia/

Participe de nossa Comunidade: http://festivaldeatibaia.ning.com/

Confira nosso Facebook: http://www.facebook.com/groups.php?id=1551520480&gv=12#/group.php?gid=349448615550

JBPN / 2010.


V FAIA
Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual
De 12 a 16 de janeiro de 2010
Rua Adolfo André, 2080 – Vila Netto
Atibaia – São Paulo
Cep: 12940-280
Fone: 0XX11.4402.4296
E-mail: faia2010@cineclubes.org.br